OS EFEITOS FISIOLÓGICOS DA MOBILIZAÇÃO ARTICULAR

Foto: clínica são francisco.

Os movimentos artrocinemáticos são muitos utilizados pelos fisioterapeutas no tratamento das disfunções articulares, além de restaurar a biomecânica articular, proporcionam efeitos fisiológicos benéficos no tecido articular e nas estruturas periarticulares, tais como:
  • Movimenta o líquido sinovial, levando nutrientes para as partes avasculares da articulação;
  • Mantém a extensibilidade e a força de tensão nos tecidos articulares e periarticulares;
  • Inibe a ação dos nociceptores profundos e superficiais através de estímulos dos mecanoceptores articulares.
Indicações:
  • Hipomobilidade articular causada por processos degenerativos como traumas, microtraumas de repetição, imobilização, maus hábitos posturais, desuso, idade avançada;
  • Dor e espasmo muscular;
  • Processos inflamatórios sem efusão articular;
  • Patologia que causam uma hipomobilidade articular progressiva, como artrite reumatoide.
Contra-indicações e cuidados:
  • Hipermobilidade;
  • Efusão articular: Devido ao acumulo de líquido no interior da cápsula articular ( líquido sinovial, sangue, exsudato, etc. ) que já esta distendida, o que provoca a dor devido ao estímulo dos nociceptores, um alongamento ou mobilização articular irá provocar uma maior distensibilidade causando mais dor, porém movimentos delicados oscilatórios podem em alguns casos ajudar a diminuir a dor e o edema articular por melhorar o fluxo de líquido e manter a mobilidade já existente da articulação lesionada;
  • Processos inflamatórios agudos: No processo inflamatório ocorre acúmulo exsudato intra-articular causando distensibilidade da cápsula articular, o que promove dor, técnicas de alongamento não são indicadas devido a origem da dor, se causada pela resposta do organismo pelo excesso de líquido e espasmo articular, e não devido ao tecido mole estar encurtado. 
Apesar de muitos fisioterapeutas utilizarem o alongamento para " ganhar arco de movimento" durante a inflamação aguda, esta é contra-indicada por aumentar a dor e o espasmo articular devido a resposta do organismo ao tentar proteger-se do alongamento e também, quando o edema reduzir poderá ocorrer subluxações devido a uma hipermobilidade causada pelo excesso de distensibilidade capsular provocado pela mobilização articular.

Devemos ter precauções com doenças ósseas detectadas no RX, fraturas não consolidadas, tecido conectivo recém-formado (processos cirúrgicos), artrite reumatoide e idosos (devido ao enfraquecimento do tecido mole, técnicas de mobilização podem romper algumas estruturas periarticulares causando imobilidade e dor).

Via: www.wgate.com.br

Postar um comentário

Copyright © OLHAR FISIO. Designed by OddThemes