PRÉ-ECLÂMPSIA

Foto: Gravidez saúde da mulher

Pré-eclâmpsia, como ela aparece?, Quais são os riscos, perigos, sintomas, quais cuidados a gestante deve tomar?

-O que é: é o aumento da pressão arterial, que poe ocorrer na segunda metade da gravidez.

-Como Identificar? Para saber que uma mulher sofre de pré-eclampsia, além dos sintomas descritos abaixo, deve-se monitorar sua pressão sanguínea com freqüência e testar níveis anormais de proteína na urina no período dos três últimos meses de gravidez.

-Fatores de riscos: primeira gestação, espaço de dez anos entre duas gestações,gravidez após os 40 anos, obesidade, problemas do sistema circulatório, hipertensão,lúpus, diabetes, gravidez de gêmeos ou mais e histórico familiar.

-Perigos: se não for tratada precocemente, pode prejudicar a gestação e trazer riscos de morte tanto para mãe quanto para o bebê, a pré-eclâmpsia pode impedir a circulação sanguínea para a placenta.

-Sintomas: dores de cabeça persistentes, dores nas costelas, visão embaçada, vômitos, inchaço nos pés e mãos e convulsões.

-Cuidados: o tratamento consiste em repouso, diminuição do sal na comida, maior consumo de água e rigorosa vigilância pré-natal, evitar o uso de diuréticos e hipotensores. Nos casos graves , é necessária a internação, fará uso de anticonvulsivante e medicação anti hipertensiva. Adiantar o parto entre a 38ª ou 39ª semanas com fórcipes de alívio ou cesárea, pode-se usar anestesia de condução, desde que as plaquetas estejam baixas.

-Prevenção: com exame pré-natal adequado, ganho de peso entre 8 e 12 quilos, alimentação balanceada e acompanhamento médico especializado em gestação de alto risco.

Pré-eclampsia leve – A pressão arterial fica entre 140/90 mmHg e 159/109 mmHg, e não existe sintomas neurológicos.

Pré-eclampsia severa – A pressão arterial é maior ou igual a 160/110 mmHg, e há sintomas neurológicos.


Fonte: Mulheres Grávidas

Postar um comentário

Copyright © OLHAR FISIO. Designed by OddThemes