FISIOTERAPIA PARA SÍNDROME DE DOWN


A fisioterapia é muito importante principalmente nos estágios de desenvolvimento motor da criança, com a intenção de estimular o desenvolvimento motor com padrões mais próximos do encontrado na criança típica, no entanto outras terapias podem ser importantes, como a fonoaudiologia para estimulação da linguagem, a qual costuma ser atrasada nas crianças com Down e terapia ocupacional para estimular o brincar e o cognitivo da criança.

Alguns Objetivos Fisioterapêuticos são: 

  • Estimular a aquisição das etapas motoras;   
  • Facilitar o aparecimento de reações de endireitamento, proteção e equilíbrio;  
  • Melhorar a estabilidade proximal; Promover um bom alinhamento corporal (quadril); 
  • Promover modulações adequadas do sistema sensorial; 
  • Melhorar a coordenação motora e Promover orientações à família.

Muitos exercícios podem ser utilizados com essa finalidade, contudo exercícios que visam descarga de peso dos membros, exercícios de isometria e vestibulares rápidos costumam melhorar a estabilidade proximal da criança. Exercícios de coordenação e equilíbrio também são recomendados. 

As orientações aos familiares são muito importantes para que a criança cresça num ambiente com estímulos adequados. Algumas orientações incluem:
  1. A criança deve usar a faixa em 8 para reduzir a abdução (abertura) dos quadris.
  2.  Segurar a criança com as perninhas fechadas e de forma que estimule a brincadeira
  3.  Promover estímulos sensoriais diferentes, como balançar na rede e estímulos táteis durante o banho.
  4. Identificar problemas visuais (aproximação exagerada dos objetos perto dos olhos), auditivos (a criança não responde a um estímulo auditivo) e cardíacos ( a criança está sempre cansada, com dificuldade para mamar e com boca e dedos arroxeados).
  5.  Para maiores informações procure seu médico e fisioterapeuta.
Por: Profa. Ms. Michelle Brandalize
Via: http://neuroxonados.blogspot.com.br

Postar um comentário

Copyright © OLHAR FISIO. Designed by OddThemes