SARCOPENIA




A sarcopenia não é uma doença, mas um mal que, invariavelmente, resulta na perda progressiva da força e da massa muscular, resultando no enfraquecimento do tecido.

Tratar do bem-estar e da saúde do idoso tem sido uma das tarefas mais intensas em todas as partes do mundo, a fim de encontrar os melhores caminhos para garantir um envelhecimento brando e natural. E um dos esforços dos pesquisadores na atualidade, é amenizar ou retardar o surgimento da sarcopenia.

O interesse dos estudiosos pelo assunto está voltado para a consequência que o problema pode gerar, a ponto de impedir que uma pessoa idosa tenha uma vida independente.

A farmacêutica especialista em nutracêuticos e nutricosméticos, Dra. Karina Ruiz, também reforçou a gravidade da sarcopenia.

"A partir dos 65 anos, perde-se cerca de 1% de massa muscular ao ano, o que resulta no enfraquecimento dos músculos. A perda da força muscular torna a caminhada cada vez mais difícil e a doença está diretamente relacionada com a redução do equilíbrio, perda de agilidade, ocorrência de quedas e fraturas. No entanto, apesar de ser um quadro típico da terceira idade, é possível amenizar os sintomas", afirma a especialista.

Qualidade de vida

Ao longo da vida, é extremamente importante o ser humano adotar práticas saudáveis como: alimentação balanceada e exercícios físicos regulares.

Certamente, é de consenso médico que essas atitudes vão proteger o organismo de diversos males, e até, amenizar as consequências da sarcopenia. Porém, mesmo quem já tem o problema pode buscar alternativas para recuperar a qualidade de vida.

"A pesquisa publicada no periódico Nutrition Research, em 2008, realizado na Universidade Estadual do Arizona, EUA, por exemplo, demonstrou que a suplementação de Whey Protein (proteínas hidrolisadas do soro do leite) em idosos é capaz de promover ganho de massa muscular, aumentando assim, a força dos músculos", lembrou a farmacêutica.

Ela também recordou que diversos estudos, inclusive com vitamina D, têm demonstrado que é possível amenizar os efeitos da sarcopenia.

"Muitos dados epidemiológicos têm evidenciado a possibilidade dos efeitos benéficos da vitamina D nos músculos, reduzindo a fragilidade e a ocorrência de quedas. Por isso, este também pode ser um tratamento potencial para ganho de força muscular em idosos. Consulte um médico para saber a melhor recomendação para cada caso", concluiu.

Via: http://vivabem.band.uol.com.br/saude/noticia/

Postar um comentário

Copyright © OLHAR FISIO. Designed by OddThemes