DEDO EM GATILHO



Os tendões flexores do dedo excursionam, em condições normais, dentro de algumas"polias", que os mantém em seu leito.

O tendão ou a polia anular podem se tornar espessados, por inflamação e atrito crônicos, levando a uma alteração mecânica conhecida como dedo em gatilho.

Assim há perda do movimento e o dedo pode ficar "travado" em uma posição fletida. Os dedos mais acometidos são o indicador e o anular.

O dedo em gatilho pode ser associado com artrite reumatóide ou diabetes. É mais comum em mulheres.

Sintomas:

Dor e sensação de bloqueio articular. A sensação é geralmente referida na articulação entre a falange média e proximal, mas a patologia se dá entre o metacarpo e a falange.


Tratamento:

Pode-se inicialmente usar antinflamatórios e tratamento fisioterápico. Há também a opção de infiltrar a bainha (e não o tendão !) com corticóide. Se após 3 infiltrações não houver resultado, indica-se alguma abordagem cirúrgica com abertura da polia.

Via: http://www.clinicadeckers.com.br/

Postar um comentário

Copyright © OLHAR FISIO. Designed by OddThemes