CAPSULITE ADESIVA / OMBRO CONGELADO


Introdução

A Capsulite Adesiva também é chamada de Ombro Congelado. É uma condição dolorosa associada a uma perda severa de movimento no ombro. Pode estar associada a uma lesão ou pode ocorrer gradualmente sem causa aparente.
Este guia vai ajudar você a entender
  • O que provoca o ombro congelado
  • Como é feito o diagnóstico
  • Como tratar

            Anatomia

Qual parte do ombro é afetada?
A capsula articular da articulação do ombro (glenoumeral) funciona como uma bolsa que contém o líquido articular, responsável pela nutrição da cartilagem e pela lubrificação desta articulação. A cápsula articular tem uma quantidade considerável de folga, apresentando um tecido mais frouxo que permite o ombro realizar todos os movimentos e ajuda a estabilizar esta articulação.
No ombro congelado existe uma inflamação da cápsula articular que se "enruga, diminui de tamanho e fica mais rígida. Isto limita seriamente a capacidade do ombro se movimentar, e faz com que o ombro "congele" causando muita dor.

Causas

Por que meu ombro congela ?
A causa do ombro congelado é um grande mistério. Uma teoria é a de que ela pode ser causada por uma reação auto-imune. Em uma reação auto-imune o sistema de defesa do organismo, que normalmente protege das infecções, por engano começa a atacar os tecidos normais do próprio corpo. Isso provoca uma intensa reação inflamatória no tecido que está sob ataque.
Ninguém sabe por que isso ocorre tão de repente. Ombro congelado pode começar depois de uma lesão no ombro, fratura ou cirurgia. Ele também pode iniciar após período de imobilização, mesmo em ombros normais. Isso pode acontecer após uma fratura no punho, quando o braço é mantido em tipóia por várias semanas. Por alguma razão, imobilização de uma articulação após uma lesão parece desencadear a resposta auto-imune em algumas pessoas.
Ombro congelado também tem sido associado pós-cirurgias não relacionadas com o ombro, e até mesmo após um ataque cardíaco. Outros problemas do ombro como bursite, lesões do manguito rotator ou síndrome do impacto podem acabar causando um ombro congelado. 
            Sintomas
Quais são os sintomas do ombro congelado?
 Os sintomas do ombro congelado são principalmente dor no ombro e uma redução muito grande dos movimentos na articulação. O ombro também pode ser muito doloroso à noite.  A rigidez no ombro pode tornar difícila execução de atividades regulares como se vestir, pentear o cabelo, atingir o bolso de trás da calça ou abotoar o soutien.
            Diagnóstico
Como é feito o diagnóstico?
O diagnóstico de ombro congelado é geralmente feito com base na sua história clínica e exame físico. Uma diferenciação com a lesão do manguito rotador deve ser feita pelo seu médico.O diagnóstico é clínico!!! Não há necessidade de nenhum método de imagem para realizar o diagnóstico. Entretando, algumas vezes lançamos mão de métodos complementares como Rx, Ultrassonografia e Ressonância magnética para afastar outras causas de dor no ombro e identificar se há lesões associadas.
    Tratamento
Quais as opções de tratamento estão disponíveis?

O tratamento não-cirúrgico

O tratamento da Capsulite Adesiva (Ombro Congelado) é principalmente conservador, sem necessidade de cirurgia. 
Tratamento do ombro congelado pode ser frustrante e lento. A maioria dos pacientes melhora muito, mas o processo pode levar meses. O objetivo do tratamento inicial é diminuir a inflamação e aumentar a amplitude de movimento do ombro. O seu médico provavelmente irá recomendar inicialmente medicamentos antiinflamatórios para aliviar os sintomas.
Fisioterapia é a chave do tratamento para recuperar o movimento e a função de seu ombro. Os tratamentos são direcionados no sentido de conseguir relaxar os músculos e diminuir a inflamação. Os terapeutas usam o calor e exercícios para alongar a cápsula articular e tecidos musculares do ombro. Você também receberá como parte de um programa de reabilitação exercícios e alongamentos para fazer em casa. Você pode precisar de tratamento por três a quatro meses antes da melhora do movimento e da função do ombro.
Em alguns casos podemos lançar mão de bloqueios anestésicos do nervo supra-escapular, que podem ser realizados de forma seriada (semanalmente) para ajudar a reduzir a dor e permitir uma fisioterapia adequada.

Cirurgia

Manipulação sob anestesia
Se o progresso na reabilitação é lento, o médico pode recomendar a manipulação sob anestesia. Você será levado ao centro cirúrgico e sob anestesia geral, será realizada uma manipulação para soltar estes tecidos encurtados. Este é um procedimento que não envolve cortes mas como todos procedimento não é isento de riscos e deve ser sempre indicado após um tratamento adequado e ser realizado por um cirurgião experiente.
Liberação Artroscópica
Quando se torna claro que a fisioterapia e a manipulação sob anestesia não melhoram o movimento do ombro, liberação artroscópica pode ser necessária. O cirurgião utiliza um artroscópio para ver o interior do ombro. Durante o procedimento, o cirurgião corta o tecido cicatricial e algumas partes da cápsula articular para ajudar a "soltar" este ombro.
Reabilitação
O que posso esperar após o tratamento?

Reabilitação não-cirúrgica

O principal objetivo da fisioterapia é obter movimento completo no ombro. Se a sua dor é muito forte no início, o terapeuta pode iniciar com terapias para ajudar o controle da dor. Tratamentos para aliviar a dor incluem gelo, calor, ultra-som e estimulação elétrica. 
Quando o seu ombro estiver pronto, a terapia irá focalizar na recuperação do movimento do seu ombro.
Após a cirurgia
O objetivo do tratamento fisioterápico após a liberação cirúrgica do ombro é o mesmo acima, manter o alongamento e diminuir a inflamação.

Por: Dr Bruno B Gobbato CRM-SC 15190 
Via: http://www.ombroecotovelo.net/ombro-capsulite.html

Postar um comentário

Copyright © OLHAR FISIO. Designed by OddThemes