ASMA E ATIVIDADE FÍSICA

FOTO: gazetaonline.com

O papel das atividades físicas no controle da asma:

As atividades físicas devem ser incentivadas, tanto na criança como no adulto, como promotoras de saúde. O exercício físico pode, todavia, desencadear sintomas de asma que interferem no desempenho físico do individuo asmático.

O broncoespasmo induzido pelo exercício (BIE) muitas vezes impede sua participação nas atividades físicas provocam mais sintomas que outras, por exemplo, a corrida livre provoca mais sintomas que a campanha e a natação.

É importante salientar que, especialmente na adolescência, as atividades esportivas são mais intensas e competitivas e muitas vezes os asmáticos se sentem preteridos, considerando-se menos aptos. Este comportamento leva-os a evitar as atividades e, ao final de um certo tempo, tornam-se realmente menos capazes. O asmático bem orientado do ponto de vista terapêutico não tem restrições para praticar exercícios físicos. Evitar mergulho em profundidade.

Para que o asmático possa praticar atividades físicas/esportivas, é necessário que sua asma esteja sob controle. Há também medicamentos que previnem o BIE.

Via: http://www.clinicadeckers.com.br/html/orientacoes/pneumologia/pneumologia_asma_bronquite.html#1

Postar um comentário

Copyright © OLHAR FISIO. Designed by OddThemes