MASSAGEM PARA COMBATER DOENÇAS

Veja como funciona cada tipo de massagem e como elas podem tratar doenças e diminuir o estresse

Para dor muscular e digestiva: Shiatsu

É uma técnica de massagem japonesa que significa “pressão com os dedos”. A técnica existe há mais de 2.000 anos, e é realmente um derivado da antiga técnica chinesa de massagem e cura denominada: acupressão. No shiatsu, acredita-se, assim como na acupressão e acupuntura, que o corpo é composto de 14 meridianos e que cada meridiano corresponde a um órgão importante do corpo. Na massagem shiatsu, o objetivo é remover os obstáculos que bloqueiam o fluxo de energia através dos meridianos do corpo. Pode ser usado para tratar vários problemas de saúde, da dor muscular à dor digestiva, e até mesmo a dor emocional. Após uma sessão de massagem shiatsu, o cliente deve sentir uma profunda sensação de calma, relaxamento e contentamento.

Para relaxar e focar a atenção: Tailandesa

Uma das mais antigas técnicas de massagem utilizadas até hoje, cuja história remete aos monges budistas. Incorpora a filosofia em torno do conceito chinês de acupuntura e combina estas filosofias com os exercícios de alongamento feitos por iogues da Índia. O objetivo final da massagem tailandesa é fazer quem recebe a massagem atingir a iluminação espiritual e a harmonia. Para quem olha de fora, a massagem tailandesa pode parecer dolorosa e exaustiva. Mas os especialistas garantem que se for feita corretamente, a pessoa não sentirá nenhuma dor depois. Na verdade, o tratamento acalma e relaxa, deixando-a mais centrado e alerta.

Para melhor funcionamento do sistema venoso: Sueca

Também chamada de clássica, por ser a mais comum no ocidente. A técnica consiste em alongamentos e fricções no sentido do fluxo sanguíneo. É utilizada para melhorar o funcionamento do sistema venoso e destensionar os músculos, principalmente por eliminar do ácido lático das fibras musculares, além de melhorar o transporte de oxigênio e nutrientes.

Para tratar distensões, hipertensão e insônia: Miofascial

Trabalha os caminhos do tecido conjuntivo, agindo sobre a fáscia (definida como tecido de sustentação e proteção de toda a estrutura interna do corpo). Por meio de movimentos lentos, essa massagem ajuda a restabelecer a circulação e interromper o círculo vicioso causador de dores. Serve para atuar em encurtamentos musculares, bloqueios de movimentos e correções posturais. É indicada para pessoas que sofrem de hipertensão, insônia, ansiedade ou problemas de concentração, além de atletas que sofrem distensões musculares ou dores crônicas decorrentes de contínuas inflamações.

Para diminuir edemas: Drenagem linfática

A circulação linfática caminha paralelamente aos vasos sanguíneos, servindo como um coletor das impurezas do sangue, tendo como função a eliminação das toxinas liberadas pelo organismo. A principal finalidade da drenagem linfática é esvaziar os líquidos e resíduos metabólicos e estimular a circulação linfática, por meio de massagem nos gânglios linfáticos.
Fonte: Revista Viva Saúde
Via: http://camilapestana.blogspot.com.br

Postar um comentário

Copyright © OLHAR FISIO. Designed by OddThemes